Instalação de sistema fotovoltaico no Campus Santo André

A Prefeitura Universitária atuando de forma planejada em parceria com as demais áreas da UFABC, contribuindo com as atividades acadêmicas e na busca de alternativas para amenizar os custos de operacionais da UFABC apoiou a instalação de um sistema de microgeração de energia a partir de painéis solares no telhado da Torre 1, Bloco A.
A iniciativa do projeto é do professor Ricardo da Silva Benedito, do Centro de Engenharia e Ciências Sociais - CECS, que recebeu, a título de doação, da empresa PHB Eletrônica Ltda, um sistema fotovoltaico para conexão à rede elétrica da universidade.
Em plena operação, o sistema possui uma potência de pico de 1500 W e irá gerar cerca de 5 kWh diários. Como exemplo, essa energia será suficiente para alimentar 47 lâmpadas tubulares de LED (9w), atualmente em uso na universidade, por 12 horas diárias. O sistema não utiliza baterias, de forma que a energia gerada é fornecida à rede interna, para consumo dos equipamentos da Torre 1. O projeto está regulamentado pela resolução No 482/2012 da Aneel (Agência Nacional de Energia Elétrica).  Ela permite às unidades consumidoras gerar parte ou a totalidade da sua energia elétrica, podendo, inclusive, realizar trocas de energia com a rede elétrica da concessionária, para posterior compensação na fatura. Como o sistema instalado é de pequeno porte, essa situação não será verificada no momento. Porém, com a possível ampliação da potência instalada, a UFABC poderá produzir, em alguns momentos, mais energia do que consome, de forma que o excedente será injetado na rede da Eletropaulo durante o dia para ser recuperado à noite ou em períodos de baixa irradiação solar.
A Prefeitura Universitária providenciou a documentação exigida e encaminhou o projeto para análise e aprovação pela concessionária AES Eletropaulo, também colaborando na etapa de instalação com sua equipe técnica de servidores e terceirizados, juntamente com a Coordenação da Obra de Santo André e alunos, sob a orientação do professor.
Além da contribuição energética para o consumo da UFABC, o equipamento será utilizado para fins didáticos e de pesquisa envolvendo a geração distribuída, estes conduzidos pelo Laboratório de Energia Renováveis da Universidade. Espera-se também que o sistema e seu processo de implantação, forneçam subsídios de ordem técnica e regulatória para futuros empreendimentos fotovoltaicos na universidade ou em instituições parceiras.

Fonte: acervo Prof. Ricardo Benedito

paineis